Buscar
Buscar
Buscar

Vinho Tinto Toro de Piedra Gran Reserva Cabernet Sauvignon 750ml

Possui cor intensa vermelha rubi, com aroma composto de frutas vermelhas, cassis e couro. O paladar apresenta taninos redondos, com toques de especiarias, ameixas, chocolate e notas de grãos de café torrado.

Por: R$ 81,00

Preço a vista: R$ 81,00

Quantidade:
Comprar
Comprar

Informações sobre o produto

Especificações

Mensagem Safra

* Imagem ilustrativa. Para outras informações ou dúvidas sobre o produto e safra, favor entrar em contato pelo e-mail lojavirtual@santaluzia.com.br ou telefone (11) 3897-5002 / (11) 3897-5042

Informações

Produzido com uvas Cabernet Sauvignon, o vinho tinto Toro de Piedra Gran Reserva possui cor intensa vermelha rubi, com aroma composto por frutas vermelhas, cassis e couro. O paladar apresenta taninos redondos, com toques de especiarias, ameixa, chocolate e notas de grãos de café torrado.
A colheita é feita manualmente com seleção dupla na vinha, sempre na segunda metade de abril. O vinho passa por um período de maceração que dura entre 20 e 25 dias, e envelhecimento de 12 meses em barricas de carvalho francês e americano.
A vinícola Requinga, que produz este vinho, é uma empresa familiar situada no Vale do Curicó, no Chile, e foi fundada em 1961.


Origem: Chile


Castas: Cabernet Sauvignon


Harmonização: Ideal para acompanhar carnes, caça, risotos e cremes como de cebola e ervilha. 


Temperatura Ideal:  16° a 18°C.


Safra: Para saber mais sobre as safras disponíveis, consulte nossos sommeliers, pelos telefones (11) 3897.5033, 3897.5027 ou 3897.5002.


Pontuação:
Descorchados: 92/100

Wine Searcher: 87/100
Vinous Antonio Galloni: 88/100
Wine Enthusiast: 88/100


Premiações:
International Wine Challenge 2014: Bronze

Concours Mondial de Bruxellas 2013: Ouro
International Wine & Spirit Competition 2013: Prata


Curiosidades: Você sabe quando a viticultura foi iniciada no Brasil? O cultivo de vinhas começou no país em 1532, com os portugueses produzindo para consumo local, na Capitania de São Vicente, que hoje é onde fica São Paulo. Até o século XIX, a maior parte dos vinhos consumidos em terras brasileiras era importado da Europa, foi só com a imigração italiana, a partir de 1875 que a produção aumentou e se diversificou.

Sua sacola tem
itens